Cidade por cidade, com dicas de hotéis e passeios resumido

Chegou a hora de contar um pouco sobre cada cidade que visitamos, duas cidades que merecem um post muito completo são Tóquio e Kyoto, então aguardem que estes serão os próximos post.

1ª Parada – Tóquio 5 noites

tokyo shinjuku_

Primeiro vamos falar sobre a quantidade de dias em Tóquio. Nós ficamos apenas 5 noites e eu achei pouco, não conseguimos fazer com calma os museus interativos, passear pelos bairros entrando em todas as lojas que queríamos, por isso eu indico para fazer um Tóquio tranquilo ficar entre 6-7 noites.

Eu farei um post dedicado somente à esta cidade, com uma dica de roteiro dia a dia, e outro com todos os restaurantes. Aqui deixarei um resumão!

Hotéis e qual bairro se hospedar em Tóquio:

O bairro que eu mais gostei de ficar foi sem dúvida Ginza, lá estão as melhores lojas e restaurantes, há muitas linhas de metro e você faz tudo a pé.

Guia em Tóquio:

Nossa Guia!

Nossa Guia!

Como foi a nossa primeira vez no Japão e não queríamos nem pensar em passar perrengue, decidimos pegar uma Guia logo no primeiro dia, para nos mostrar a cidade, nos ajudar nas dicas com metro, com a lingua, as pessoas, e com as melhores dicas da cidade. Foi a melhor coisa que fizemos!

Nós fizemos um dia de tour com a Kumiko, uma das pessoas mais fofas que já conhecemos em viagem, e com um pique que nunca vi igual! A Kumiko, entende português, fala ” Portuñol”, inglês e espanhol, e ela fez o nosso dia inesquecível! Então para quem quiser, segue o contato dela: paz-y-esperanza@hotmail.co.jp

Os hotéis que recomendamos são:

Mandarin Oriental Tóquio – O post completo está aqui e se quiser ver o valor é só acessar este link: www.booking.com

Mandarin Oriental Tokyo

Mandarin Oriental Tokyo

Imperial Hotel Tokyo – Fica localizado no bairro de Ginza, é excepcional e com bom preço. O post completo está aqui e se quiser ver o valor é só acessar este link: www.booking.com

Imperial Tokyo

Reimm Ribiyia : Este hotel é bem barato, com quartos pequenos, porém novos, e muito bem localizado, nós passamos uma noite aqui e adoramos. Se quiser reservar segue o link: https://www.booking.com/

 



Booking.com

Bairros e passeios imperdíveis: 

Ginza: Foi meu bairro preferido, a arquitetura das grandes marcas internacionais é lindíssima, a noite o bairro fica inteiro iluminado  e cheio de lojas. Os melhores restaurantes estão ali, e há uma rua em baixo da ponte de Ginza com inúmeros restaurantes bons e baratos. Além disso neste bairro é onde fica o Palácio, que é aberto para visitação, junto com os jardins. Também vale a pena conhecer a estação de Trem e provar o famoso Baked Cheese Tart.

Harajuku: O Bairro mais colorido da cidade, com muitas roupas lindas, comida boa e barata. Passeie pela rua CATS, coma o Harajuku Gyoza – RO , compre o Algodão doce colorido, só pela foto rs.

tokyo gyoza

Tokyo

Tokyo

SHIBUYA CROSSING – Ao lado do bairro de Harajuku fica o cruzamento mais famoso do mundo, vale a pena ir lá para observar, o Melhor lugar para ver o cruzamento é em cima do Starbucks.

Asakusa: Comece o passeio pelo Templo Sensoji, é maravilhoso, caminhe pela feirinha logo em frente e compre muitos hashis e prove as comidas locais, depois vá para a Rua Kappabashi, para comprar as melhores facas e artigos para casa muito baratos!

A caminho da Rua Kappabashi

A caminho da Rua Kappabashi

Meiji Jingu Temple : Ficamos impressionados com a beleza do parque e grandiozidade do templo. Dedique pelo menos 1h30 para esta visita.

Shinjuku – Tokyo é uma cidade impressionante, não há espaço vazio, em todo canto há muitas lojas e restaurantes. Uma rua que precisa conhecer neste bairro de Shinjuku é a rua Omoide Yokocho para comer muito Yakitori e tomar cerveja.

Nihombashi – essa foi a melhor loja de departamento que visitamos, principalmente pela parte gastronômica, se tiver que eleger uma loja, vá nessa sem dúvida!

Fish Market: O mercado de peixe é um programa muito atrativo para os turistas, que querem se deliciar com peixes frescos as 5am. Nós fomos em um dia de muita chuva, então confesso que foi um super perrengue. Mas se tiver com vontade de encarar as filas dos restaurantes e comer muito bem, vá!

Hakkone: 

Nós escolhemos ir para Hakkone por dois motivos, o primeiro é que a cidade é um excelente ponto para ver o monte Fuji, e por lá também há ótimas opções de Ryokans, que são os hotéis típicos japoneses, que em sua maioria tem termas, no nosso caso dentro do quarto. Porém nós fomos bem na época que teve um furacão e por isso não vimos nem a pontinha do Monte Fuji.

Ficamos no hotel Kinnotake Sengokuhara: Nós gostamos bastante da experiência de ficar em um Ryokan, mas eu só recomendo ir para Hakkone se você tiver bastante tempo no Japão, pois é uma cidade que não há tanta coisa para fazer e os Ryokans s˜åo bem caros. Este que ficamos era luxuoso, porém afastado das principais atrações da cidade, e um dos desafios era se comunicar com a pessoa da recepção que não entendia praticamente nada de inglês.

Nós ficamos apenas uma noite no hotel, e foi suficiente, tivemos uma experiência bem típica, com comidas locais, muito sake e muito relax!

Outro Ryokan espetacular é o Gora Kadan, porém o preço é quase o dobro do nosso. 

Passeios:

Monte Fuji: Com certeza ir até a cidade para ver o Monte Fuji de perto!

Hakone Open air Museum – Um museu que dedica grande parte do seu espaço para as obras do Picasso, com muitas esculturas à céu aberto, este museu é lindíssimo e vale a penas dedicar um tempo para ele!

Kanazawa 

Essa cidades foi a maior surpresa para nós! Que cidade linda, vale muito a pena a visita, parece uma cidade saída de um filme. Em Kanazawa grande parte da cidade se manteve preservada, então é uma cidade com muita história, cultura e gastronomia fantástica. Também vou dedicar um post somente à esta cidade, mas aqui vai um resumão.

Quantos dias ficar: 2 noites são suficientes para conhecer Kanazawa, indico chegar na hora do almoço, ter um dia completo, e sair no dia seguinte após o café da manhã.

Locomoção: Na cidade há um trem turístico, que você compra no hotel, ou o JR Pass te da acesso, que passa por todos os pontos principais da cidade.

Hotel: 

Ana Crowne Plaza: Nós ficamos hospedados neste hotel que fica ao lado da estação de Trem, muito bem localizado, e com quartos espaçosos. Para reservar é só entrar neste link: https://www.booking.com/

Bairros e passeios:

Higashi Chaya District : O famoso bairro das gueixas. Por lá ande pelas ruas conservadas, prove o sorvete com folha de ouro é maravilhosa, e termine o dia no Oriental Brewing, uma cervejaria local com uma pizza maravilhosa!

kanazawa gueixa

Kenrokuen Gardens: Este parque está entre os 3 mais bonitos do Japãp!

Kanzawa Castle: o bonito deste castelo é o jardim, mas o interior dele é bem sem graça.

Museu do século XXI: Um museu bem moderno, com algumas artes interativas.

kanazawa-8

Mercado de peixes de Kanazawa: Diferente do de Tokyo, este mercado é fenomenal, muita comida boa para comer nas barraquinhas, muito organizado, e restaurantes excelentes. Dica coma no restaurante

Casa do Samurai:

Como contamos, Kanazawa é uma cidade bem preservada, por lá você encontrará o Bairro do Samurai, com a casa dele muito preservada! Lá fica um dos jardins privados mais bonitos do Japão

Comer: Coma um Tonkatsu Curry, é bem típico e barato. Comemos no Go Go Curry e custou 7,50 dólares por pessoa.

Osaka:

osaka 8

Osaka foi uma cidade que fomos parar sem querer, como já contamos, nós pegamos furacão e Terremoto. O nosso plano inicial era ir para Hiroshima, porém o olho do furacão passou por lá e devastou a cidade. Por isso, passamos apenas uma noite em Osaka. O que achamos da cidade, achamos tudo muito espalhado, o metro é ruim, e a cidade é bem bagunçada. Se tiver um tempo livre durma uma noite por lá, se não, um bate e volta de Kyoto já vale.

Castelo de Osaka:

O Castelo em si e os jardins são muito bonitos, por dentro, todos os castelos que visitamos no Japão não tem nada de especial. O que vale ali é sem dúvida a vista do topo do castelo.

OSAKA

Bairro Dotonbori: 

Comece o passeio pela Dotonbori Bridge, e deixe se perder pelas ruas super iluminadas e divertidas da cidade.

Onde comer em Osaka? 

Sushi claro! Um Bowl com muito Unagui, as panquecas ultra fofas do Gram Cafe & Pancake, e tomar o Cappuccino 3D do ELK.

Unagui bowl

Unagui bowl

Um dos sushis mais legais que fomos na viagem foi sem dúvida o Kame Sushi Sohonten, um lugar simples, com preço fenomenal, deu 70 dólares o casal, e com muita cerveja!!

osaka sushi

Melhor sushi! Kame Sushi Sohonten

Kyoto:

kyoto noite_-3

Kyoto foi outra cidade que decidimos dedicar mais tempo, ficamos por lá 3 noites e foi muito bom, pois há algumas cidades lindas para visitar ao redor, como Nara, e a cidade de Kyoto é maravilhosa e bem animada!

kyoto 5

Yasaka Pagoda – Esta pagoda fica no meio de um dos bairros mais charmosos de Kyoto, o Higashiyama. Nossa dica é deixar se perder no meio das ruas deste bairro, entrar nas lojinhas de doce, onde você pode provar tudo, conhecer as lojas de cerâmica, e até fazer uma aula, e almoçar por lá.

kyoto noite_

kyoto noite_-2

Kiyomizu Dera Temple : Na nossa opinião um dos templos mais bonitos da cidade é o Kiyomizu Dera Temple. Ele fica no topo da cidade e a subida até ele é deliciosa. Entre nas lojas de chá, nas lojas de doce, prove um biscoito de matcha com chocolate branco na loja ….. , e depois dedique um tempo para admirar a beleza deste templo.

Kodaiji – Um dos templos mais importantes e lindos de Kyoto é o Kodaiji, ele fica no meio de um lindo jardim, com muito verde em volta e é um paz sem fim.

Entokuin Temple – Saindo do Kodaiji e com o mesmo ticket, é possível conhecer este templo. Uma dica é fazer a cerimônia do chá por lá. 

Ceramic pottery – Kyoto é muito conhecida pela sua cerâmica, lá sentimos que o trabalho deles é realmente uma obra de arte! Em Tokyo você encontra peças muito mais baratas, porém em Kyoto, você encontrará peças únicas.

Nishiki Market – Adoramos este mercado, organizado, limpo, com muita comida boa, principalmente o Wagyu,  tem muita faca e cerâmicas.  

Passeios afastados para fazer em um dia: 

Floresta de Bamboo – Ela fica há 50 min de trem desde a estação central de Kyoto. A grande dica e chegar bem cedo, por volta das 9am. Antes de ir, achávamos que a floresta era gigante, porém o caminho tem em torno de 1km apenas. O que mais gostamos foram os templos que ficam ao redor.

bamboo_-3 bamboo forest japan

Tenryuji – Um dos templos mais legais que fomos na viagem, com um lago na frente e uma paisagem de tirar o fôlego, este templo tem que entrar no seu roteiro, nós visitamos ele depois de andar o caminho todo da Floresta de Bamboo.

Floresta dos macacos – Saindo de Templo, caminhamos pela ponte e chegamos na Floresta dos Macacos. Para chegar, você tem que subir uma escadaria enorme por 20 minutos para ver os macacos, e a vista é linda.

kyoto monkey

Tempura Matsu: Saindo da Floresta fomos almoçar em um dos restaurantes que mais estávamos ansiosos, e valeu muito a pena! Sem dúvida este é daqueles restaurantes que valem a visita, a comida é surreal é com uma execução impecável! O restaurante só serve menu degustação.

Golden Temple: Saindo do almoço fomos até o Golden Temple, que tem uma beleza estonteante. Um templo feito inteiro de ouro, em frente ao lago que reflete toda a beleza! Saindo do templo pegamos um ônibus e voltamos para Kyoto.

Nara:

todai-ji nara

Nara é uma cidade pequena, charmosa, com muitos templos importantes, a maior Pagoda do Japão e muitos, mas muitos viradinhos espalhados pela cidade. Para chegar, você deve pegar o trem por 40 minutos, uma viagem muito tranquila e se você tiver o JR Pass você não paga a passagem. Saindo da estação de Trem de Nara, decidimos fazer tudo a pé, nós só pegamos o trem para voltar do último templo até a estação.

Em Nara fica a Pagoda mais alta do Japão

todai-ji nara 3

Todai-Ji Temple – é neste templo onde fica o maior Buda do Japão, é realmente impressionante.

todai-ji nara nara todai-ji

 

Garden of Kasuga Taisha. Como já estávamos em Nara, decidimos visitar mais um templo, confesso que estávamos bem cansados, e por isso acho que não aproveitamos tanto. O caminho até ele é bem bonito, você caminho por mais ou menos 1 km dentro de um parque. Vou deixar aqui as fotos para vocês verem.