Há algum tempo queria conhecer a Jelly Bread, doceria e padaria que divide cozinha com o restaurante Girarrosto aonde os doces são elaborados pela já famosa e talentosa Amanda Lopes e o italiano Raffaele Mostaccioli responsável pelos pães.
A Amanda eu conhecia da época da Brasserie do Jacquin quando trabalhou com a sócia da minha mãe, depois passou por mais algumas casas até estar de frente deste projeto que contempla principalmente a elaboração de doces menos doces e pães com fermentação natural.

Jelly Bread
Vitrine: Quindim, ovos de chocolate e tortas

Bolos, macarons e mais doces…
A minha escolha foi pelo clássico mais recomendado da casa que é o mil folhas, montado na hora do pedido pode ser o tradicional somente com creme ou uma variação que recebe além do creme um doce de banana caramelada, na mesma massa que tem manteiga na medida sem deixar aquele gosto de gordura na boca. É simplesmente ANIMAL !!! Com certeza o melhor Mil Folhas que eu já comi, sem levar em conta um que comi em Paris no Café de la Paix, que era muito top mas não tinha o creme de banana deste de hoje com uma tendência mais Brasileira. Mas de qualquer jeito, o de hoje era bom demais!!! Vale a pena jantar no Girarrosto e deixar para comer a sobremesa no Jelly ao lado, ou somente passar lá para isso… Vale de qualquer jeito, mas tem que ir!

Mil Folhas de Banana Caramelada e Café Nespresso

Mil Folhas de Creme e Banana Caramelada – Jelly Bread

Outra opção que fizemos foi por 2 macarons mas não teve grande destaque, o de framboesa estava bom, azedo como deve ser e a massa levava farinha de amêndoas mesmo, já o de Blueberry não estava legal, parecia que o creme já tinha passado um pouco e deixou um gosto de queijo na boca, mas para resolver é simples, é só pedir mais um café e outro Mil Folhas!!!

Macaron de Framboesa e Blueberry
Também testamos o Crumble de Maçã que estava muito bom mas faltou uma certa crocância, tipo uma Amêndoa ou nozes…

Crumble de Maçã
Frente da loja Jelly Bread
Agora preciso voltar para comprar uns pães e entender um pouco mais sobre a fermentação natural criada pelo Raffaele, e o Quindim que também estava com uma cara muito boa, mas com certeza não faltará oportunidade.
Para quem for de carro, pode usar o estacionamento do próprio Girarrosto ou se der sorte tem umas vagas na própria rua ou na travessa.
Lazanhômetro – Jelly Bread – 5 Lazanhetas

Acessibilidade – Serviço – Preço – Qualidade – Bônus

Jelly Bread Av. Cidade Jardim, nº60 – Jardim Europa – São Paulo – SP
(11) 3062.6000