Irajá Gastrô

Irajá Gastrô

O restaurante Irajá Gastrô foi, sem dúvida, uma das mais belas descobertas que fizemos nos últimos anos no Rio de Janeiro. Localizado em uma casinha pequena, com apenas 55 lugares, é super descontraído, jovem e moderno, bem “à la carioca style”! Dividido em dois ambientes super convidativos – o salão principal e a ante-sala (com vários sofás, poltronas e mesinhas) – ainda por cima conta com o talento do chef Pedro de Artagão que cozinha magnificamente bem!

IMG_3076

iraja gastrô

Ao olhar o cardápio, já gostamos da maioria dos pratos, então, optamos pelo menu degustação que foi servido em seis tempos o valor foi R$190,00.

foto iraja

Como optamos pelo menu degustação, as fotos dos pratos mostram as versões reduzidas, mas eu também vou colocar aqui no post o preço dos pratos na versão grande, ok?

Assim que chegamos ao restaurante, experimentamos os chips de mandioquinha com manteiga de garrafa e queijo grana padano. Cuidado: esse couvert é um vício, mas não caia na tentação de comer demais, pois os pratos são maravilhosos!

chips iraja

Menu degustação:

Começamos o nosso menu degustação com a versão do Irajá Gastrô para a salada Caprese. Ela é servida com dois tipos de tomate com infusão de manjericão, farofa de pão feita na manteiga e acompanhada de um creme de queijo e com molho de tomates com morangos. Descobrimos que esse creme de queijo tem uma história interessante. Na primeira vez em que o queijo chegou ao restaurante, veio “errado”, pois estava muito mole. Como o chef não tinha tempo para pedir outro, resolveu testar a receita assim mesmo e não é que deu certo? (R$32,00)

caprese iraja gastrô

Depois experimentamos um tartare chamado “Falso Toro”. O prato recebeu esse nome porque em vez de utilizar o “toro”, que é a barriga do atum e uma carne bem gorda, no Irajá Gastrô eles usam o lombo do atum e agregam uma gordura boa, no caso o foie gras. O molho é feito com shoyu, chia e sakê. O tartare ficou super saboroso e, como o foie gras é bem gordo, realmente parecia que estávamos comendo toro! (R$44,00)

tartare iraja gastro

Para nós, a melhor entrada foi o “falso pão de queijo”, que é um bolinho feito de tapioca e servido com geleia de damasco e gengibre. Gente, é sensacional! Realmente parece pão de queijo, só que mais gostoso… Como isso pode ser possível? (R$32,00)

foto pão de queijo irajá

A seguir, degustamos um badejo com castanha de baru e purê de banana da terra com maracujá. Amamos a combinação de ingredientes, tudo ficou muito harmônico!

peixe iraja

Para finalizar os pratos salgados, o Pedro nos serviu uma bela costelinha que fica marinando por 12 horas, depois é cozida por mais 12 horas e, por fim, vai ao forno para dourar. Depois de todo esse processo vocês já devem imaginar que a carne chegou à mesa desmanchando, não é mesmo? Para acompanhá-la foram servidos três tipos de feijão com farinha de mandioca e laranjinhas. (R$69,00)

costela iraja 2costela iraja

O almoço inteiro foi maravilhoso, mas o melhor sempre vem por último, certo? No Irajá Gastrô eles sabem como conquistar os seus clientes do serviço aos pratos, mas a sobremesa é uma sacanagem! O carro-chefe da casa é o bolinho de chocolate com gosto de “casa da vovó”. Ele é super macio e úmido, recheado com o mais delicioso brigadeiro quente (que escorre de dentro do bolo) e ainda acompanha uma calda de baunilha que dá uma equilibrada no doce do prato! Uauuu… Essa é a primeira palavra que vem à minha cabeça! O bolinho é realmente incrível e quem for ao restaurante precisa experimentá-lo! (R$36,00)

bolo de chocolate iraja

Como vocês perceberam, amamos o almoço – tanto pelo ambiente do Irajá Gastrô quanto pela comida. Por tudo isso, o restaurante está mais do que recomendado!

Irajá Gastrô:

Endereço: Rua Conde de Irajá, 109 – Botafogo.

Reservas: (21) 22461395