Geneva é uma das cidades mais agitadas por conta de todos os bancos que movem a cidade, por isso não faltam opções de hotéis de luxo para se hospedar, mas um deles chamou muito a nossa atenção! Dessa vez nós ficamos hospedados no Grand Hotel Kempinski, uma rede de hotéis que eu adoro e que até fiquei hospedada em St. Moritz. Uma das coisas que eu mais gosto do Kempinski é que eles sempre estão bem localizados, e a parte de Spa deles é daquelas que não da vontade de sair!

Imagem: Reprodução

O Grand Hotel Kempinski em Geneva fica estrategicamente bem posicionada, na sua varanda é possível ver o Mont Blanc, símbolo da cidade, e também e a fonte no lago! Além disso o hotel fica a apenas dois quarteirões da ponte Mont Blanc que conecta os dois lados da cidade e que te leva ao centro histórico e o famoso relógio de flores. Uma das coisas que eu amei no hotel é que eu não precisei usar o Uber (que é mais barato do que o Taxi), pois tudo fica a poucos passos dali.

floortwo-bar-view.jpg;width=1920;height=1080;mode=crop;anchor=middlecenter;autorotate=true;quality=90;scale=both;progressive=true;encoder=freeimage IMG_6512

Como eu contei, o hotel tem uma ligação muito forte com o bem estar dos hóspedes, por isso a área do Spa deles é sempre de fazer inveja. Depois de um dia super corrido eu fui para a piscina dar uma relaxada, e foi demais! Dentro da piscina há vários jatos de água, e também um espaço delicioso para tirar um cochilo. Além disso a academia deles é muito moderna e super completa, eu quase fui no dia seguinte, mas a cama do meu quarto era tão boa, que não consegui levantar.

O Kempinski de Geneva é o maior hotel de luxo da cidade com mais de 400 quartos e 7 categorias diferentes. Eu fiquei no quarto Standard e já adorei, meu quarto era bem espaçoso e eu tinha uma vista de capotar para o Mont Blanc.

O hotel é bem grande e lá há 3 restaurantes, 1 bar super agitado e uma das melhores baladas da cidade chamada Java Club. Como o nome já diz, o Le grill é o restaurante de grelhados que fica em frente ao lago Genava. No hotel também também fica o restaurante chinês Tsé Yang, que já está aberto há 25 anos e é um dos mais tradicionais da cidade. Por fim no Italiano Il Vero é servida as três refeições e o café da manhã é espetacular, o buffet é muito variado e possui muitos tipos de queijos e frios, ovos mexidos com trufas negras, e também você pode pedir na mesa as deliciosas French Toast, agora uma coisa que achei muito delicado é que de tempo em tempos o garçom passa com uma bandeja lotada de Madeleines quentinhas, é demais!

A última dica do hotel vale para todo mundo que estiver em Geneva, o bar do Kempinski é muito legal, super animado no final da tarde para o happy hour e também a noite onde a música fica bem alta! Os drinks são bem feitos e imperdíveis!

FullSizeRender 14

Agora vocês já sabem, da próxima vez que estiverem em Genava fiquem no Grand Hotel Kempinski.

Para mais informações acesse: https://www.kempinski.com/en/geneva/grand-hotel-geneva/