Galactoboreico

Há tempos eu queria conhecer um restaurante muito típico na região do Bom Retiro, tentei umas duas vezes na semana passada mas com a correria dos dias de semana não deu certo, mas nesse Domingo um amigo meu me ligou logo cedo, umas 11h30, inclusive fazendo o favor de me acordar, para saber se eu tava a fim de ver uns carros e almoçar. Pulei da cama e logo me lembrei de uns 3 restaurantes que estou com vontade de ir mas precisa ser antes das 13hs para conseguir lugar e um deles coincidentemente foi sugerido pelo Pedro e lá fomos nós para o Acrópoles!

Acrópoles na Grécia eram as cidades altas, construídas no topo para se destacarem tanto arquitetonicamente, socialmente e estrategicamente podendo do alto visualizar a aproximação do inimigo. Um grande exemplo é o Partenon.

Esse restaurante merece um breve relato sobre sua história pois deixa o almoço ainda mais gostoso, pelas suas peculiaridades locais e pela raça que a maioria dos imigrantes tiveram para fazer de São Paulo essa capital de tantos perfumes e sabores, cores e sotaques, muitas vezes em busca de Paz e trabalho fugindo de guerras e penúrias. E eis que o Sr. Thrassyvoulos Georgios Petrakis aparece como personagem principal desse domingo. Mais conhecido como Sr. Trasso ou Sr. Petrakis esse jovem de 97 anos comanda o salão, pedidos, funcionários, clientes amigos e o dia a dia do restaurante aonde originalmente, nos anos 60 trabalhava como funcionário, passando para gerente e finalmente comprando o local em 1970 deixando apta para atender melhor aos clientes mas sem perder o estilo simples com azulejos em azul e branco que lembram a bandeira da Grécia.

Logo que chegamos ele nos recebeu sorridente no corredor central, nos indicando uma mesa disponível no salão já bastante cheio.

Sr. Trasso Petrakis e eu

Sr. Trasso Petrakis e eu

Optamos por uma entrada completa que traz: coalhada seca com pepino, patê de berinjela, pure de batatas com alho, pure de grão de bico, azeitonas e polvo ao vinagrete. Algumas destas entradas lembram bastante a culinária árabe ou libanesa que sofreram influencias regionais semelhantes somente com algumas variações de nomes.

Coalhada seca com pepino, patê de berinjela, purê de batatas com alho, pure de grão de bico e polvo ao vinagrete

Coalhada seca com pepino, patê de berinjela, purê de batatas com alho, pure de grão de bico e polvo ao vinagrete

Como prato principal íamos pedir um carneiro mas a mesa do lado pediu a Moussaká de Carne e a cara estava tão boa que não pensamos duas vezes antes de pedir. Existem duas opções de Moussaká podendo ser a de carne moída intercalada com fatias finas de berinjela, batata, molho bechamel e queijo ou a vegetariana que no lugar da carne ganha espinafre. Não sei a vegetariana mas a que pedimos estava espetacular, talvez a melhor Moussaká que já comi na minha vida, não precisa nem usar a faca para cortar de tão macia que fica.

Para acompanhar pedimos uma cerveja Serra Malte que estava espetacularmente gelada e uma bebida típica grega a base de anis que se chama Uozo, muito parecida com a bebida libanesa Arak que já promoveu um dos maiores porres alcoolicos de… alguém por aí… Precisa gostar de Anis para gostar dessa bebida, caso contrário não peça achando que vai ter gosto de limão ou qualquer outra bebida pois NÃO tem e nesse caso acabei tomando as duas doses já que o Pedro não entendeu isso.

Moussaká de carne em primeiro plano e ao fundo cerveja Serra Malte e Uozo.

Moussaká de carne em primeiro plano e ao fundo cerveja Serra Malte e Uozo.

Aproveite o azeite da casa para regar o seu prato e deixar ainda mais gostoso! É provável que o Sr. Petrakis passe pela sua mesa ajudando com essa tarefa.

Moussaká de Carne regada com o delicioso azeite grego

Moussaká de Carne regada com o delicioso azeite grego

Na sobremesa um café espresso e um doce a base de creme de semolina e nata regado com mel e cravos em uma massa folhada que quebra ao toque do garfo. Cuide para não ficar sem a sua pois a saída é grande.

Massa folhada recheada com creme de semolina

Massa folhada recheada com creme de semolina

Enfim, esse é o restaurante Acropolis ou Acrópoles (dependendo da nacionalidade de quem escreve) que com certeza frequentarei mais vezes pois é do jeito que eu gosto, super simples em infraestrutura mas com excelente gastronomia, custo e atendimento com destaque para um dos garçons antigos da casa que tem uma potência vocal digna de puxador de enredo em escola de samba, conseguindo fazer os pedidos e controlar mesas de qualquer um dos 4 cantos do salão. Com certeza um braço direito da equipe que fez questão de explicar um pouco mais sobre os pratos mais típicos.

Abraços,
Lazanha

Acrópoles
São Paulo – SP
Endreço: Rua da Graça, nº364 – Bom Retiro – 01125-000
Telefone: (11)3223 4386
Funcionamento: diariamente das 6h30 às 23h00 (inclusive feriados)