O que fazer em Fez

Fez foi uma das cidades que mais nos encantou no Marrocos, a cidade parece parada no tempo, tudo esta conservado, não há tantos turistas como em Marrakech, e é muito charmosa. A medina é realmente uma loucura, um labirinto sem fim, para vocês terem ideia são mais de 15 mil ruelas, ou seja, se perder por ali é muito fácil.

fez guia-25

Alguns números de Fez nos deixaram impressionados, a cidade tem 1200 anos, 300 mesquitas, 2.000 fontes de água, 2 milhões de habitantes e mais de 1 milhão de artesãos, não é demais? Já a Medina está dividida em 4 bairros, o Bairro Europeu do século XI ( onde vivem os estrangeiros), o bairro judeus, a Medina da parte alta e a Medina da parte baixa ( nestes dois bairros só moram marroquinos). A área da Medina, também conhecida como Fez El-Bali é Patrimônio da Unesco desde 1981, e lá tudo que é vendido nos souks, são produtos feitos pelos atrações, diferentemente de Marrakech, onde é possível encontrar alguns produtos chineses.

fez guia-7

Dentro da medina de Fez o transporte de produtos é feito com burros, portanto não se assuste ao vê-los caminhando pelas ruelas. Outra coisa impressionante, é que o frango é comprado e morto na frente do consumidor, isso nos deixou impressionados a princípio, mas depois vimos que é um costume local.

fez guia-29

fez guia-2

Como chegar em Fez:

Nós fomos para Fez de carro, e o nosso trajeto foi Marzouga —–> Fez. Quem ainda não viu o nosso post sobre o deserto clique aqui.

Foram 6 horas em uma estrada maravilhosa, que mudava a cada segundo, foi impressionante!! Nós pegamos, calor, frio, chuva, vimos uma floresta encantadora de Cedros com vários macaquinhos, onde paramos para alimentá-los e tirar fotos. Esse percurso foi maravilhoso, e vale muito a pena fazer.

foto 1-6

Agora quem não quiser ir de carro, poderá também ir também de Trem ( ONCF trains www.oncf.ma), direto de Marrakech, ou de avião com a companhia Royal Air Maroc.

Onde se hospedar:

Palais FARAJJJ-15

Nós ficamos hospedados no Palais Faraj, que na nossa opinião é mais bonito do que muitos palácios que visitamos! O hotel é muito confortável, super bem localizado, novo e com quartos amplos! Nós amamos este hotel!!

Vista do nosso hotel

Vista do nosso hotel

Para saber mais acesse este link: http://www.dopaoaocaviar.com.br/palais-faraj-em-fez/

O que fazer em Fez:

fez guia-20

O ideal seria passar 3 noites em Fez ou dois dias completos, para poder conhecer a cidade com calma.

Palácio Real – Este é o palácio onde o Rei se hospeda quando está em Fez, foi construído no século XIV, é um dos maiores e mais antigos do Marrocos. Assim como as mesquitas, não é possível entrar no palácio, apenas observar a sua maravilhosa arquitetura, como bronze que representa a destreza e habilidade dos artesãos de Fez.

Palácio Real

Palácio Real

Bairro Judeu – O legal de Fez, é que é possível ver claramente a diferença entre os bairros. O Bairro Judeu é mantido pela American Express sabiam? O bairro é muito conservado e cheio de lojas de jóias.

fez guia-5

Bairro Judeu

fez guia-4

fez guia-3

Bab Bou Jeloud é a entrada principal da Medina de Fez el-Bali. Este portão, construído em 1913 é composto por três arcos de ferradura, e de um lado ele é azul, que é a cor da cidade, e do outro lado verde, que significa paz.

Bab Bou Jeloud

Bab Bou Jeloud

fez guia-14

Parque público: Peça para o seu guia te levar ao parque público da cidade, que é pouco visitado pelos turistas e é lindíssimo!! Lá há um lago maravilhoso e muita vegetação.

Parque

Parque

fez guia-11

fez guia-8

fez guia-10

fez guia-9

Madrassa Bou Inania: Esta universidade está aberta ao público e foi construída no século XIV. Ela é inteira de gesso, mosaico e madeira de cedro e tudo feito a mão. Esta universidade ainda está ativa e funciona como faculdade de letras e filosofia.

Madrassa Bou Inania

Madrassa Bou Inania

fez guia-19

fez guia-17

fez guia-16

fez guia-15

Biblioteca de Fez: Esta biblioteca é lindíssima, e nós chegamos porque estávamos com o nosso guia, lá há sua grandes escadarias uma Azul ( a cor da cidade) e outra verde ( a cor da paz)

fez guia-27

fez guia-26

Mesquita Al Karaouine: Fundada em 859 esta grandiosa mesquita possui 14 entradas, 275 colunas e comporta 22.000 pessoas, infelizmente o acesso é restrito apenas para os muçulmanos.

O que fazer em Fez

fez guia-2

Souk: O mercado de Fès é muito lindo, esta cidade é onde se concentram o maior número de artesões, por isso é garantido que você irá comprar um trabalho único. Nós visitamos as fábricas de tapetes, e vimos como eles são feitos, e uma curiosidade, um tapete nunca é igual ao outro. Também fomos a fábrica de seda, e fomos ver as portas feitas em madeira de cedro que são espetaculares! Mas atenção, tudo em Fez é mais caro do que Marrakech. Não deixe de comprar as Tâmaras do rei no mercado, são as melhores que já comemos!

Porta de cedro

Porta de cedro

fez guia-34

fez guia-32

fez guia-33

 

Visitar uma fábrica de couro e ver o curtume: Antes de chegar à Fábrica nosso guia falou que iria nos levar na fábrica do perfume Coco Chanel, e eu acreditei completamente, quando cheguei ao lugar que entendi o porque do nome “coco”, vocês não fazem ideia do fedor que é este lugar, logo na entrada ganhamos hortelã para poder ficar cheirando durante o tour. Lá em Fez eles trabalham o couro desde o século XIV, e são mais de 850 famílias trabalhando com isso. Foi muito legal entender o processo de como é feito, o primeiro passo é colocar o couro na amônia com coco de pombo, o que faz com que o couro fique mais suave e macio, o segundo passo é a lavagem, depois vai tingir com cores naturais, como o açafrão (amarelo), menta (verde), cedro (marrom)…. Depois chega a hora das compras, que realmente valem muito a pena!

fez guia-31

fez guia-28

fez guia-29

Onde comer em Fez:

foto-45

L’amandier: O melhor restaurante da cidade ficava dentro do nosso hotel e chama-se L’amandier. Lá é servido uma culinária clássica marroquina, com pratos que por muitos restaurantes ficaram esquecidos!! A melhor sobremesa que nós comemos na viagem foi uma massa bem fitinha e recheada com gelha de morango, um espetáculo!! Preço médio por pessoa 80 euros.

foto-44

La Maison Blanche: A comida marroquina é deliciosa mas enjoa um pouco, por isso quando quiser comer algo diferente vá ao La Maison Blanche, que serve uma bela comida francesa. Nós amamos o restaurante, que além de comida boa tem um ambiente super descolado e jovem. Preço médio por pessoa 70 euros.

Café Clock: Um café cultural, cujo prato mais famoso é o hambúrguer de camelo. http://cafeclock.com

Como falamos no começo, a cidade parece um labirinto, por isso pegue um guia, nossa dica é o Omar: omarbourqqadi@gmail.com

fez guia-22

E-mail para contato: viagem@dopaoaocaviar.com.br