foto-4

O inverno Europeu já chegou, e com isso as estações de esqui por lá já começam a ferver e abrir. Agora, para nós, resta a grande dúvida, onde vou esquiar? Será que vou em Janeiro ou no Carnaval? Uma coisa posso garantir, qualquer uma das épocas e excelente, e com certeza as estações de esqui vão estar lotadas, e se Deus quiser com muita neve para nós!

Uma coisa que eu adoro na Europa, é o fato de que se você estiver em uma cidade, é possível ir para diversas outras montanhas e cidades vizinhas apenas esquiando! Para vocês terem ideia, na Itália, mais precisamente na estação de esqui Pragelato é possível ir esquiando até a França não é demais?

Por isso a Europa é tão bom para esquiar, pois ele oferece um mar de montanhas para todos os níveis, e gostos!

Eu separei aqui uma lista de estações de esqui para você decidir em qual perfil se encaixa melhor.

Suíça:

St Moritz

St Moritz

Imagem: Reprodução

St Moritz

Onde se hospedar: Badrutt’s Palace e Kempinski

Quantas pistas: 82

Como chegar: Uma das vantagens de St. Moritz é que é possível chegar de diversos pontos como Milão, Genebra e Paris.

Pontos fortes: No final de janeiro há um festival gastronômico fantástico acontecendo na cidade. Além disso há bons restaurantes, e lojas.

Pontos fracos: Esta é uma das estações de esqui mais caras do mundo

Preço do Lift: $336,00 ( Por 5 dias)

Gstaad:

Gstaad

Gstaad

Imagem: Reprodução

Onde se hospedar: Le Grand Bellevue, Grand Hotel Park, Gstaad Palace Hotel.

Quantas pistas: São no total 300 km de pistas

Como chegar: A melhor forma de chegar em Gstaad é de Trem. A viagem entre Zurich e Gstaad leva 3h48 min, já se você for por Genebra a viagem dura cerca de 3horas.

Pontos fortes: Por ter muitas pistas, nunca há tantas pessoas esquiando ao seu lado, o que é ótimo, pois diminui a chance de acidentes. A cidade de Gstaad é super agitada, com ótimo restaurantes, lojas de alto padrão e festas!

Pontos fracos: Esta é uma das estações de esqui mais caras do mundo

Preço do Lift: $300 ( Por 5 dias)

França:

courchevel

Courchevel

Onde se hospedar: Hotel La Sivolière, Hotel Le K2

Quantas pistas: 311 pistas

Como chegar: O jeito mais fácil de chegar e por Genebra, o percurso de carro dura apenas 2 horas.

Pontos fortes: Courchevel, é uma das maiores estações de esqui, o interessante, é que é possível ir esquiando para outras cidades a partir de Courchevel. Na cidade há 7 restaurantes com estrelas Michelin.

Preço do Lift: 368 euros (por 5 dias)

Itália:

Estações de Ski na Europa

Pragelato

Pragelato

Onde se hospedar: Club Med

Quantas pistas: 400 km de pistas

Como chegar: Alugue um carro a partir de Milão, a estrada leva cerca de 3 horas, ou saia direto de Turim, metade do caminho.

Pontos fortes: O legal desta estação de esqui na Itália é que é possível ir até a França somente com ski no pé.

Pontos fracos: Se você gosta de agitação esta estação não é muito recomendada.

Preço do Lift: 190 euros (6 dias)

E-mail para contato: viagem@dopaoaocaviar.com.br