Depois de tanto ler e ouvir falar sobre o Clos de Tapas, finalmente fomos conhecer o restaurante dos Chefs e Raúl Jímenez e Ligia Karazawa, que já trabalharam nos restaurantes El Celler de Can Roca, El Bulli, Mugaritz e El Racó de Can Fabes.
O Restaurante utiliza as técnicas da cozinha molecular em muitos dos seus pratos. Me apaixonei por esta cozinha em Madri, e estava louca para comer em algum restaurante como este no Brasil. Fiquei muito contente com o resultado brasileiro. Os chefs utilizam esta técnica de uma maneira bem simples. Isto faz com que o resultado dos pratos fiquem fantásticos, todos muito bem elaborados, e saborosos.
O Clos de Tapas trabalha com dois tipos de cardápio, o primeiro é um menu degustação com 6 ou 8 pratos, a mesa toda deve optar pelo menu. Ou a segunda opção, que foi a nossa escolha, a la carte. Escolhemos 6 pratos do menu, para dividir, como não estávamos morrendo de fome foi o ideal.
Fomos ao restaurante há 2 semanas atrás e já nos avisaram que o cardápio irá mudar. Então teremos que fazer um super esforço para ir de novo ao Clos de Tapas para conhecer o novo cardápio, hahahah

O lugar é muito bonito, com pé direito alto, e uma linda decoração.

Couvert:

O couvert é composto de uma deliciosa seleção de pães assados na casa. Não deixe de experimentar o pão de leite.

Para acompanhar os pães, é servido uma compota de legumes e uma manteiga com castanha do pará e amburana. A amburana é uma fruta muito aromática do cerrado.

Crocante de arroz com creme de feijão e farofa de couve. (R$ 12,00)
Amamos esta reinvenção de um prato tão típico do Brasil. Foi um jeito inusitado de comer o arroz com feijão.


Entrada:



Rosbife de patinho com bronze (R$16,00)
O rosbife de patinho é servido em uma pedra esculpida em formato de prato. O bronze além de ser a decoração, é também o molho do patinho. O sabor é muito diferente e vale a pena experimentar.


Prato Principal:

Sobás frios de alho negro com shitakes agridoce e cebolinhas (R$ 17,00)
Achei a massa interessante, entretanto faltou a presença do alho negro, que era o mais importante do prato. O melhor é a deliciosa sopa chinesa que acompanha o prato.

Arroz de trigo com siri mole e névoa de azeite de dendê (R$ 26,50)IMG_0959
O siri mole chega no prato fritinho e muito bem temperado, pronto para ser comido até a ultima pata, estava bem macio!! A névoa de azeite de dendê some na boca de tão leve, deixando apenas aquele leve gosto.

Rabanete com pele de beterraba e leitão a pururuca com molho roti e acerola (R$ 34)
A carne é suculenta e estava muito macia podia partir com o garfo. Sua pele estava pururuca, bem crocante. A acerola deu uma bela finalização no prato.

Folha de jambu com foie gras ao molho de tucupi (R$ 35,00)
O foie gras estava no ponto certo. Foi incrível a combinação com o molho de tucupi. Para finalizar o maître falou para comermos a folha de jambu. Esta folha é típica do amazonas e quando você a mastiga ela anestesia a língua. A sensação é muito diferente e interessante.


Sobremesa:

A rolha e o vinho (R$ 16,00)
Esta sobremesa é sensacional, diferente de tudo que já havíamos comido. A mesma é composta de diferentes ingredientes que se casam perfeitamente entre si.
A sobremesa é formada por uma esponja de amendoim, um sorvete de vinho do porto sob uma gelatina de uva, uvas passas feitas de vinho tinto, que são muito interessantes, e para finalizar um suco de uva orgânico. Perfeita!!

Clos de Tapas:
São Paulo – SP
Rua: Domingos Fernandes, 548
Tel: (11)3045-2154