No post que eu fiz sobre Johannesburgo eu falei que fiquei completamente encantada pela gastronomia da África do Sul, se você perdeu esse post é só clicar aqui. Eu não imaginava que iríamos encontrar tantos restaurantes bons, e com preços tão atrativos no país. Para vocês terem ideia, uma refeição completa, incluindo vinho, custa em torno de 100 reais, agora se você quiser visitar o melhor restaurante da cidade você irá gastar em tono de 250 reais, ou seja um preço excelente quando comparamos com os restaurantes do Brasil e Estados Unidos!

Aqui eu preparei uma lista dos 10 restaurantes que eu acho imperdível em Joanesburgo, agora duas coisas que vocês precisam comer na África do Sul é o cordeiro deles e a carne de Kudu!

Restaurantes recomendados em Joanesburgo:

  1. The Local Grill em Parktown – http://local-grill.co.za/ – Praticamente todos os nossos seguidores que nos deram dicas gastronômicas de Joburg falaram deste restaurante, e não é para menos, o Local Grill é considerado uma das melhores steakhouse da cidade. O conceito deles é “from farm to table”, ou seja tudo é super fresco e as carnes são em sua maioria dry aged, ou seja elas passam pelo processo de maturação a seco que faz com que a carne fique mais macia e saborosa. As carnes custam entre R$32,50 – R$65,00. Há também menu degustação que custa em média 54 reais.
  2. Coobs – O Coobs trabalha com pequenos produtores orgânicos, e de altíssima qualidade! Como o produto deles é muito bom, a ideia do restaurante é fazer com que ele brilhe, e não ofuscar usando muitos ingredientes no prato! O menu muda de acordo com a sazonalidade, e todos os dias há algum prato especial usando ingredientes que ele encontrou no dia. http://www.coobs.co.za/ Um menu completo custa em torno de R$80,00.
  3. Marble Restaurant em Rosebank – http://marble.restaurant/ – Nós fomos almoçar no Marble e piramos! Sabe aquele restaurante que não da vontade de ir embora, pois é! A decoração do restaurante é linda, no fundo fica um bar com uma vista linda para as árvores, o que se torna muito convidativo para começar a sua refeição com um belo drink ou uma taça de espumante! Depois vá para as mesas, peça para sentar perto da cozinha para não perder o show! A cozinha é toda aberta para o salão e lá todos os pratos são finalizados na grelha, o que os deixa com um sabor de defumado perfeito! Como nós estávamos em uma mesa grande provamos quase todos os pratos! Para começar peça o polvo com chorizo, os nachos de atum, e claro o Kudu servido com pera caramelizada e gorgonzola, o Kudu é uma carne típica do país. Como prato rincipal eu pedi o Rib-Eye servido com cebola defumada, e um molho de batata que estava divino! Para fechar com chave de ouro prove o sanduíche de sorvete e a mousse de chocolate, o prato de queijos servido com sorvete de iogurte e granola e o crème brulée com ameixa. Preço do almoço: R$130,00 por pessoa.
  4. The Leopard – O Leopard também só trabalha com ingredientes de pequenos produtores, as carnes deles são “grass fed”, o frango é criado solto, e os peixes e porcos são criados de maneira sustentável! Como os produtos são sazonais o menu muda com bastante frequência! No cardápio você irá encontrar meatballs italianas, seabass com curry, Steak Tartare ao estilo da Etiopia, e por ai vai! Os pratos principais custam em torno de 30 reais. http://leopardfoodcompany.com/
  5. Cube Tasting Kitchen – Quando você estiver passeando pelo descolado bairro de Maboneng, vale a pena fazer uma parada para o jantar no Cube, e depois tomar um drink no bar deles! O restaurante só trabalha com menu degustação, que leva em torno de 3 horas, e o legal é que também há muita opção para os vegetarianos. O menu custa 200 reais por pessoa sem vinho, ou 325 reais com harmonização. É necessário reservar com  antecedência. http://www.cubekitchen.co.za/
  6. DW-eleven-13 – Se você estiver em busca de uma experiência única em Joburg vá ao DW – eleven – 13, o restaurante é familiar o menu te leva a explorar o desconhecido! A cozinha deles é muito criativa, e os pratos são de comer com os olhos. No restaurante há duas opções, o menu de 4 etapas que custa 145 reais ou o menu degustação que custa 200 reais. http://www.dw11-13.co.za/
  7. Koi Restaurant em Rosebank – http://www.koirest.co.za/ – O Koi tem um ambiente moderno e um cardápio com influência asiática. Alguns pratos que merecem ser pedidos são os camarões empanados, o dim sum, o atum com maionese de wassabi é delicioso. Preço da refeição 80 reais por pessoa.
  8. Escondido em Illovo – http://www.eatout.co.za/venue/escondido-tapas-wine/ –  Este é um dos restaurantes de tapas mais bacanas da cidade, o menu é mix de várias culturas, por lá você encontra a cozinha francesa, italiana, grega, ameicana, indiana, alemã que juntas elas formam uma bela brincadeira. Além disso eles tem uma das maiores cartas de vinhos em taças de Joburg! Vale a pena conhecer.
  9. The Bolton Road Collection –  https://www.facebook.com/BRdCollection – Domingo é um dia que muitos restaurantes fecham, e perto do nosso hotel encontramos o Bolton Road, um restaurante com comida contemporânea, preço excelente, cervejas artesanais e uma bela carta de vinhos! Por lá pedimos duas entradas uma vegetariana que veio com vários bolinhos deliciosos, e outra de peixes com crudos, camarão frito, bolinho de salmão etc! Como prato principal eu comi um dos melhores peixes da viagem, foi surpreendente, era um sea bass com pure de couve flor, garam marsala e coco. Uma dica não peça o hambúrguer, veio bem seco, já os outros pratos estavam divinos.
  10. The View no hotel Four Seasons:  O The View é um dos restaurantes mais concorridos da cidade. Primeiro que ele fica no topo do hotel Four Seasons e a vista dele é espetacular! Depois a comida é de chorar de tão boa! Nós fomos jantar por lá no nosso primeiro dia de viagem e ficamos encantados, o maitre é português e um super conhecedor de vinhos, ele fez uma seleção muito especial para nós! O cardápio tem bastante influência francesa, com um toque local! Para começar prove as vieiras em crosta de macadamia, com couve flor e maçã verde. O Zé comeu de prato principal um Monkfish servido com mexilhão e risoto de dill, e eu uma salada maravilhosa de lagosta. http://www.fourseasons.com/johannesburg/dining/restaurants/view/

Nós Viajamos a convite do South African Tourism e da South African Airways